Se você achou o título meio clickbate, tem razão.

Essa era de fato a minha intenção.

A minha intenção é expressar o meus sentimentos após a reunião de hoje.

Em posts anterior, que foram apagados por mim, eu disse que estava pleiteando um aumento no órgão em que trabalho, mas não disse faticamente como. Segue.

Exerço atribuições que são previstar EXCLUSIVAMENTE em um cargo em comissão específico do órgão há mais de um ano.

Porém, nunca me nomearam.

Uma mulher, em outro setor, entrou para realizar atividades de nível médio e foi nomeada nesse mesmo cargo que eu pleiteio.

Fiquei muito sentido e fiz uma petição administrativa evidenciando que o cargo somente poderia ser exercido no setor em que trabalho, bem como que eu já realizava todas as tarefas.

Na petição afirmei que um cargo é formado pelo binômio responsabilidade-remuneração. A remuneração é devida para quem exerce as atribuições dele, que representam a responsabilidade.

Resumindo, a moça, que não é efetiva, está recebendo além do que deveria e eu a menos. Quem trabalha sou eu, mas quem recebe é ela (!).

Hoje, meu chefe me chamou em uma reunião afirmando que conversou a tarde toda com o chefe maior deste antro de desonestidade.

Segundo meu chefe, o maioral achava que eu estava “revoltado” e que meu boss teve que me defender bastante para explicar que apenas queria o que eu via como meu direito.

Achei até justo, mas ao final meu chefe afirmou:

– Disse para ele: olha, pode até arquivar que não haverá problema nenhum.

Apertamos as mãos e eu sai.

Ao fim e ao cabo, mais uma mulher comissionada.

Adoro as mulheres e seus talentos, mas cada caso é um caso.

Ora, ela não exerce o cargo, como pode ganhar?

Em vários setores do órgão mulheres ganham comissões enormes sem ter, nem mesmo, o conhecimento técnico do setor, que retribuem em forma de favores sexuais.

Há também amigos e familiares que ganham enormes comissões pelo simples vínculo social.

E os homens e mulheres dignos que trabalham e não ganham o devido?

Para que criar leis para depois desrespeitá-las?

Se o cargo só pode ser exercido em um setor tendo esta norma previsão no próprio regimento interno, há razoabilidade de interpretação que era isso mesmo que deveria ocorrer.

Então, é o fim da busca de aumento de renda neste órgão. Vou continuar estudando para concursos e somente vou esperar aumento neste âmbito.

Estou bastante chateado em saber que processo não adianta pra nada, que o direito não adianta para nada, que leis não adiantam e que o setor público é um antro de prostituição e de nepotismo.


Sobre o aporte, comprei CCRO3. Como disse no aporte #19, estava já de olho e não aguentei. Segue a carteira.

Segue a carteira atual.

ABCP11 752 BBDC3 31 CCRO3 67 CIEL3 41 EGIE3 200 FIIB11 5 FLRY3 200 HYPE3 100 IRBR3 300 ITSA3 1.123 KROT3 61 LEVE3 19 MALL11 5 MDIA3 100 ODPV3 700 RADL3 15 SAPR11 200 UGPA3 18

 

Anúncios

11 comentários em “LEIA! O não aumento da renda e a desonestidade que corrompe o setor público + Aporte #20/360

  1. Triste pra caramba ver um negócio desse acontecendo, a verdade é que tem muito cargo em comissão ocupado por meros parasitas, entre eles pessoas cuja relação beleza x conhecimento pende bastante para o primeiro quesito.

    O esquema é focar no objetivo de escalada pelo concurso público e deixar esse povo comendo poeira do seu desenvolvimento pessoal, boa sorte!

    Curtido por 2 pessoas

    1. Tem sentido total Scant. A nomeação é livre, bem como a exoneração. Mas você não pode nomear alguém que faz bolo como lixeiro e nem o contrário. O que ocorreu é que a pessoa realiza atividades de nível médio e foi nomeada (e recebe!!!) pelas atividades que são exercidas por mim no órgão. Não posso entrar em detalhes, mas nomearam a pessoa para atividades que ela não exerce na prática. Se o cidadão tivesse acesso, certamente se revoltaria.
      Abraço.

      Curtido por 1 pessoa

  2. Já fiz algo parecido e o resultado foi o mesmo, mesmo com a formação de comissão para investigar o caso. Depois de alguns anos em ambiente similar, aprendi que só muda quando alguém hierarquicamente superior o obriga. Isso vale para pessoas e órgãos. Ou seja, no seu caso, só mudam se algum órgão superior obrigar. Caso queira comprar a briga mesmo, procura a Ouvidoria de algum órgão superior e utiliza basicamente o material que usou internamente.

    E outra, deveriam, no mínimo, abrir uma comissão de sindicância. Caso tenha certeza que é isso que quer, compra a briga e põe o processo pra frente. E responde tudo no processo, seja papel ou digital, mas nunca em reunião. Reunião a pessoa não pensa direito, as vzs o emocional fala mais alto, as vzs fala o que não deveria, etc. Pede o processo, diz que vai analisar e depois responde. Não pense que na primeira tentativa de uma “simples” petição eles iriam aceitar e te parabenizar pelo bom funcionário que você é. Lembre-se, só mudam se algum (órgão) superior obrigar.

    Curtir

  3. Maestro Investidor,

    Absurdo!
    É por coisas assim que esse país não vai para frente: quem tem qualificação não é valorizado, mas quem não tem ganha em cima da qualificação alheia.

    “Mas você não pode nomear alguém que faz bolo como lixeiro e nem o contrário.”
    Exatamente. Mas no Brasil isso é bem comum…. Uma situação lamentável.

    Foque nos estudos para outros concursos – parece ser mesmo a melhor coisa a fazer.

    Abraços,

    Curtido por 1 pessoa

  4. cara, sabe o que é pior? isso é a rtina do serviço publico. cargos comissionados sao cabides de pessoas do partido x, y, z. muitos cargos inclusive são colocadas pessoas que já entram sabendo que parte do salario devera ser devolvida ao partido e coisas do tipo.
    fora situações onde colocam mulheres jovens e bonitas que na verdade são apenas amantes de deputados e politicos. Isso acontece MUITO.
    nossa politica e serviço publico/comissioados é podre.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s