Após o término de posts sobre demonstração de resultado do exercício, fiquei em dúvida sobre escrever sobre balanço patrimonial ou demonstração de fluxo de caixa. Cara, fiquei muito tentado por falar de caixa, mas percebi que, didaticamente, era melhor começar pelo balanço, uma vez que vários indicadores financeiros dependem de itens do balanço.

Esse primeiro post falarei um pouco do que é o balanço patrimonial, o que é ativo, passivo e patrimônio líquido e sobre a equação do balanço patrimonial. Mostrarei como analisar de forma básica no site fundamentus e, conforme formos avançando. Falaremos sobre tópicos mais avançados.

Conceito de Balanço Patrimonial

Balanço patrimonial é a demonstração contábil que evidencia os recursos controlados pela entidade, bem como a origem financeira para sua produção ou aquisição desses recursos. Que demais! Vou até dar uma acentuada nesse conceito.

Balanço patrimonial é a demonstração contábil que evidencia os recursos controlados pela entidade, bem como a origem financeira para sua produção ou aquisição desses recursos.

Os recursos controlados são os ativos e a origem de tais recursos formam os passivos totais da entidade. Um balanço patrimonial, visualmente, é representado da seguinte forma:

ATIVOS

Do lado direito são representados em forma de lista todos os recursos da entidade, incluindo: conta bancária, veículos, máquinas, aplicações financeiras, imóveis, investimentos em outras entidades e outros recursos.

PASSIVOS TOTAIS

Do lado esquerdo permanecem, também em forma de lista, a origem de todos os recursos utilizados para a aquisição dos ativos. Uma parte do passível pode ser cobrada da empresa e outra não, esta é conhecida como patrimônio líquido.

Aplicação – Estudo de Caso VIVT3

No primeiro momento, pensei em estender vários conceitos de forma bem detalhada. Todavia, para o investidor, pode não ser tão interessante. O foco é pegar a ideia geral para analisar as ações e a fim de analisar as ações. Então, vamos nessa. No site fundamentus, podemos abrir o balanço de VIVT3 de forma gráfica e evolutiva.

vivt3_ativo

Aqui é possível observar que o ativo deu saltos quantitativos nos anos de 2011 e 2015. Tal fato tende a levar a companhia a ter uma maior possibilidade de gerar riquezas, embora também necessite de mais recursos. A aquisição e manutenção desses ativos só é possível de três formas: aumento do patrimônio líquido, aumento de dívida (passivo) ou aumento do patrimônio líquido.

Em outras palavras, se o ativo aumento, ou houve aumento de dívida ou o aumento do patrimônio líquido. De outra forma, se os ativos diminuíram ou diminuíram-se as dívidas ou diminuiu o patrimônio líquido.

Essa certeza se deve ao fato de existir uma equação fundamental. Ela afirma que o ativo é igual a soma dos passivos (dívidas) com o patrimônio líquido (Ativo = Passivo + Patrimônio Líquido). Ou seja, como eu havia dito, para subir o ativo, pelo menos um de seus componentes deve ter subido.

vivt3_pl

 Acima temos o patrimônio líquido daVIVT3. Mas que coincidência! Veja que aumentou nos mesmos moldes que o ativo. O fundamental é o entendimento de como o PL aumenta. Pois bem, as duas principais formas do PL aumentar é aumentando o lucro ou realizando novas emissões.

Isso se deve ao fato de que o pl é o patrimônio dos sócios da empresa e ele vem dos lucros e de novas emissões, fortalecendo a entidade. As dívidas são diferentes. Esse dinheiro terá que ser devolvido a terceiros que tem como única intenção lucrar juros com a empresa. Para descobri a dívida com terceiros basta subtrair do ativo o patrimônio líquido. Lembra da equação?

Passivo = Ativo – Patrimônio Líquido

Passivo é dívida. Utilizei o termo próprio para já familiar os não acostumados. Em nosso contexto, os passivos deVIVT3 somam cerca de R$ 30.000.000.000,00, uma vez que o ativo está em R$ 100.000.000.000,00 e o pl em R$ 70.000.000.000,00. No fundamentus consta uma dívida bruta bem menor, uma vez que nem todo passivo é uma dívida financeira, por que há outros tipos de passivos como salários, serviços a pagar e outras depesas.

Em outras palavras, nem todo passivo é uma dívida financeira e, portanto, nem sempre ensejará a cobrança de juros. A análise deve ter ciência do que se quer aferir dívidas financeiras ou dívidas em geral, que são chamadas de obrigações ou passivos.

Resumo

Bem, ativo é tudo que a empresa tem para gerar renda como carteira de clientes, imóveis, veículos, caixa, aplicações financeiras, máquinas, estoques e afins. Os recursos para a aquisição desses ativos devem vir de algum de dois lugares: patrimônio líquido ou passivo. O patrimônio líquido é o “dinheiro dos sócios”, enquanto que o passivo são obrigações, mas nem todas elas são financeiras. Então, fique atento.

Anúncios

3 comentários em “Como analisar Balanço Patrimonial – Parte 1 – Estudo de caso VIVT3

    1. Cabe um adendo muita gente faz o calculo de imposto apenas deduzindo imposto no final da cadeia quando na verdade deve ser contabilizado impostos em toda cadeia de produção.

      Outro ponto importante em analise de balanços é que os ativos podem estar sobre avaliados ou sub avaliados.

      Outro ponto importante é qualidade do ativo , depreciação constantes ou não, empresa de capital intensivo tem depreciação constante nos ativos.

      Outro ponto importante é que uma empresa que faz muitas emissões na verdade só esta se financiando com o mercado e isto agrega muito pouco para o acionista que fica diluído ao final do período.

      O ideal são empresas com rentabilidade alta que propiciam recompras de ações aumentando participação dos sócios na empresa.

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s