Cada vez mais vem a minha mente a saudável estrutura financeira de orçamento equilibrado, reserva de emergência e investimentos. Sou pai de família e tenho entre 30 e 40 anos. Não posso mais vacilar. Não posso mais deixar o orçamento se desequilibrar um mês sequer. Porém, anos de desajustes comportamentais fruto de ansiedade e da ignorância financeira não são reparados de uma hora para a outra.

Eu já tenho o conhecimento, agora estou pondo em prática a missão de organizar as finanças da minha família. O endividamento das famílias cresce e atinge 58,2%. Está certo, eu não deveria estar nesse meio, mas estou. Como sempre, temos duas escolhas: aumentar as receitas ou diminuir os gastos. Não é possível diminuir os gastos, pois a maioria deles é financeiro e o consumo propriamente dito é diminuto.

Parece óbvio que quanto mais nos endividamos, mais nos endividamos, mas não só é possível sentir os efeitos do endividamento sobre as famílias passando pela situação, que é o meu caso. Só me restou aumentar as receitas. Neste mês, pedi o adiantamento do meu décimo terceiro. O interessante é que não há desconto algum, ou seja, é lucro solicitar o adiantamento, uma vez que temos um valor nominal futuro já no presente.

Dessa forma, a minha receita este mês foi bem maior que a normal. Paguarei todas parcelas e empréstimos atrasados, exceto as da minha faculdade e PAGUAREI O CARTÃO DE CRÉDITO. Todos os meses eu pago a fatura do cartão, mas dessa vez é especial, já que com o excedente deste mês poderei consumir sem utilizar a função crédito, mas apenas débito. Resumindo, em tese as coisas melhorarão muito. Sigo o meu plano de ação.

Sinto-me piloto de uma aeronave com o motor em pane, mas com a fé de que o pouso será seguro. Já possuo conhecimento para sair dessa Matrix que a cultura e os bancos me impuseram. Outra coisa que seguirei à risca é a regra 50-15-35. Como vou equilibrar, ainda que tropegamente, as finanças, preciso mantê-las saudáveis.

Estipulei (50-15-35) R$ 2.800,00 para as despesas “essenciais”, R$ 1.400,00 para despesas financeiras/investimentos e R$ 2.800,00 com despesas de “estilo de vida”. Hoje, pagarei as despesas essenciais: água, energia, telefone, academia, aluguel e etc. Pago também os empréstimos. Enfim, as coisas estão melhorando.

Recebi uma carta da Rio Bravo convocando para uma Assembléia cuja finalidade é a contração de 100:1 nas cotas. Como tenho apenas 190, compro mais 10 para inteirar as 200. Compro também 5 cotas do FIGS.

Ativo Qtde Preço (R$) Total (R$)
FFCI11 10 1,85 18,50
FIGS11 5 67,00 335,00

Acho o FFCI muito interessante, mas o FIGS é para especular e aproveitar a RMG. Meu atual objetivo é atingir proventos mensais suficientes para comprar pelo menos uma cota a mais por mês dos FIIs que giram em torno dos R$ 100,00. Então, meu patrimônio está em:

Neste mês estou pondo à prova meus conhecimentos adquiridos nessa highway financeira. Adoro a blogsfera. Ontem li um post em algum dos blogs vizinhos e me lembrei de algo muito importante. O DINHEIRO NÃO É REAL. Eu entendo, o dinheiro não é real. O que existe é produção, consumo e patrimônio. Eu acredito nisso. Nos próximos meses, espero ter tido sucesso com o novo cargo que almejo. Nos vemos.

Ativo Quantidade Vl. Total (R$) Participação %
Sala Comercial 1 120.000,00
DIVO11 10 358,70 26,2%
BRCR11 3 307,68 22,4%
FFCI11 200 370,00 27%
FIGS11 5 335,00 24,4%

Espero controlar as finanças e receber minha herança. Com as finanças controladas, sairei da corrida dos ratos. Com a minha herança, darei volume ao patrimônio. Abraço!

Anúncios

4 comentários em “Aporte #5/360

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s