Quero que esse ano seja o ano da virada. Já manifestei isso em outros posts. Estive pensando no que há de errado nas minhas finanças. Seria eu muito desleixado? Acredito que não. Em 2008, quase dez anos atrás, eu era solteiro e ganhava R$ 3.500,00. A minha vida era relativamente tranquila. Até que eu casei e comecei a ter problemas. Os pensamentos que estou escrevendo neste post têm a exclusiva finalidade de reflexão e entendimento, por favor, não se encomode com a simplicidade.

De 2008 até hoje, temos a inflação acumulada de 76% (ipca). Isso significa que, se eu continuasse solteiro, teria que estar ganhando hoje R$ 6.160. Isso só para manter o mesmo humilde nível de tranquilade. Fazendo uma conta de padaria, algo próximo de R$ 12.000 se casado, que é o meu caso. Ganho, bruto, R$ 9.000. Ou seja, no meu caso, não aumentar o nível de consumo não é possível, mas diminuir. Isso sem levar em conta os filhos.

Ademais, devido às sucessivas mudanças de endereço, haja vista ter passado em concursos em diversos lugares, criou a minha principal dívida, que eu chamo de empréstimo maior. Mulheres gostam de ter a casa mobiliada. Caso contrário, “não é uma casa”. A falta de conhecimento financeiro me levou a concordar com ideias como
“vamos parcelas, afinal, todos vivem endividados”.

A faculdade de minha esposa ultrapassa os R$ 1.000 por mês e, semestre que vem, meu filho começará a ir para escola. Como o meu “resultado financeiro” tem estado péssimo, essas questões tendem a agravar o quadro. A minha única saída é aumentar a renda drásticamente. Preciso ser aprovado em um concurso de auditor fiscal urgentemente. Isso equilibraria as contas e, em pouco tempo, teria um bom resultado financeiro.

A aprovação não ocorre quando queremos, mas quando há oportunidades e estamos preparados. Preparo-me diariamente, faltam as oportunidades. Enquanto não chegam, elaborei um plano de fuga da corrida dos ratos. Está anotada em um papel já velho, então resolvi escrever este post para deixar registrada.

O plano

  1. Quitar dívidas;
  2. Nunca mais utilizar dinheiro de terceiros;
  3. Aumentar a renda e manter o nível de consumo;
  4. Formar um colchão de liquidez/reserva de emergência; e
  5. Investir.

Espero que funcione.

Anúncios

5 comentários em “Plano de Ação 2017

  1. Nobre amigo, o plano é bom, mas deveras abstrato.
    Pontue-o melhor. Deixei tudo registrado, passo a passo (ex: pagar dívida x – R$ x; dívida y – R$ y; etc);
    Aumentar a renda é sempre bom e recomendável, mas praticamente nunca é impossível diminuir o consumo. São escolhas, muitas vezes difíceis, mas quase sempre possíveis.

    Considere ter o filho em escola pública. Gastar menos em alimentação. Parar de comer fora. Diminuir o custo de deslocamento até o trabalho. Vender algumas coisas que não precisa. Etc…
    Andei lendo várias coisas no site do MMM (www.mrmoneymustache.com) e ví que podemos sim fazer melhores escolhas!

    No seu texto não ficou claro se a esposa parcipa e ajuda nas escolhas financeiras para que vocês mudem o curso da história. Penso que seja essencial!

    Espero que lhe sirva de inspiração. Sucesso!

    Abc

    Curtir

    1. Rapaz, até que a gente não gasta muito. A maior origem de despesas são os erros do passado: empréstimos. Estamos liquidando aos poucos. Do resto, o gasto é mínimo. Até uns 3 meses atrás, os gastos ditos financeiros correspondiam à 50% das minhas despesas. Agora, próximo de 15%. Quanto à esposa, ela ainda estuda. Em breve poderá me ajudar. Enfim, não pretendo me sacrificar demais pra atingir o montante querido, mas, de fato, aumentar violentamente a renda. Este ano ou no próximo quero atingir R$ 25.000 mensais (atualmente não chega a metade). Enfim, espero que dê certo. Abraço!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s