Aprendi muito no estudo de caso Ambev e espero que esse aprendizado se reflita na maior precisão desta análise. Está sendo um grande aprendizado e me sinto feliz por poder compartilhar com pessoas interessadas. Se você já tem conhecimento em análise de demonstrações contábeis, provavelmente este texto não é para você.

Neste post estudaremos a demonstração de resultado de exercício da Brasil Foods (BRF), que corresponde a mais de 12% do índice consumo (ICON). A BRF é uma empresa global com sede no Brasil que possui toda uma cadeia produtiva de proteína advinda de aves e suínos. A empresa compra grãos como milho e soja de milhares de fornecedores, produz sua própria ração, cria os animais, abate e distribui para o varejo.

brfoods1

Atualmente, mais da metade de sua receita vem do exterior, mormente Áfria e Oriente Médio. Os números deste estudo são do relatório anual de 2015, porque o de 2016 ainda não está disponível. Porém, tudo que aqui for visto, será aplicável aos outros relatórios também.

Valores em R$ milhões 2011 2012 2013 2014 2015
 Receita Líquida 23.167 25.975 27.787  29.007 32.197
 Custo dos Produtos Vendidos  –
 Lucro Bruto 6.112  5.902 6.910 8.509 10.089
 Margem Bruta  26,4% 22,7% 24,9% 29,3% 31,3%

Nesta primeira parte da DRE constante do relatório anual da BRF, podemos notar a crescente receita líquida (receita já descontados as devoluções, impostos e abatimentos nas vendas) da entidade. Não consta no relatório o custo dos produtos, mas basta subtrair da receita o lucro que se obtém o custo.

Lucro bruto sempre crescente, assim como a margem bruta. A margem bruta representa quanto a entidade obtém de retorno sobre a venda de seus produtos. Ou seja, (preço de venda/custo do produto) -1, multiplicado por 100. Lembrando que a margem bruta não considera custos indiretos na fabricação, nem a mão de obra empregada.

Valores em R$ milhões 2011 2012 2013 2014 2015
 Lucro Bruto  6.112   5.902  6.910  8.509  10.089
 Despesa Operacional
Lucro Operacional 2.026 1.360 1.896 3.478 4.228
 Margem Operacional 8,7% 5,2% 6,8% 12,0% 13,1%

O lucro operacional é aquele gerado única e exclusivamente pela operação do negócio. As despesas operacionais consideram as despesas com vendas, as despesas administrativas e as operacionais. Em síntese, o lucro operacional é o lucro considerando apenas as operações da empresa, desprezando resultado financeiro e o resultado de empresas coligadas e controladas, bem como excluindo receitas não operacionais e derivadas do método de equivalência patrimonial. Exclui-se qualquer movimentação financeira. Entretanto, considera-se no cálculo, as receitas financeiras.

Lucro Operacional = Lucro Bruto – Despesas com Vendas – Despesas Administrativas – Despesas Operacionais + Receitas Operacionais

Quero acentuar que receitas operacionais são receitas que são ligadas ao negócio da empresa como a receita advinda de aluguéis ou receita decorrentes de reversão da conta de perdas estimadas com devedores duvidosos.

Devido às características intrínsecas do lucro operacional, a margem operacional evidencia o que a entidade tem de retorno quando produz. Embora essa margem seja baixa comparada a outros setores, dentro do setor de proteínas, esta dentro da normalidade.

Valores em R$ milhões 2011 2012 2013 2014 2015
Lucro Operacional 2.026 1.360 1.896 3.478 4.228
*
 Lucro Líquido 1.367 770 1.062 2.225 3.111
Margem Líquida 5,9% 3,0% 3,8% 7,0% 9,3%

A margem líquida já possui em si o custo dos produtos, das operações, o resultado financeiro, impostos, depreciação e amortização. Ou seja, é o resultado final da entidade considerando todos os frutos de suas decisões em seu contexto.

Analisando exclusivamente a demonstração da entidade, não investiria nela. Todavia, se o mercado continuar tendendo ao aumento do consumo, todas as empresas do índice de consumo devem se valorizar e esta é a segunda maior participação no índice, ficando atrás apenas da AmBev.

As margens posteriores dependem diretamente das anteriores. A BRF tem sentido o encurtamento de suas margens nos últimos meses devido ao aumento dos grãos utilizados na fabricação da ração dos animais, bem com o aumento do câmbio, que aumenta o preço das proteínas para os países estrangeiros que compram do Brasil.

Neste cenário de alta, que já está saturado, talvez o mais prudente seja esperar. Todavia, quem já tiver comprado, caso a alta continue, o cenário interno demonstre aumento nos níveis de emprego e consumo, talvez esta seja uma das empresas que recebam as maiores altas. Vamos aguardar pra ver.

Obrigado pela visita. Pretendo continuar com a série. Aceito sugestões.

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

14 comentários em “Como analisar DRE – Estudo de caso #2/10 – Brasil Foods

      1. Não faço ideia, não acompanho a empresa e nem como e se o governo está interferindo na administração de alguma forma, mas pelo que vi ali como mais da metade é “outros” então parece que eles são os maiores acionistas individualmente e provavelmente têm grande influência nas decisões

        Curtir

      2. Não acho que devamos encarar a participação de fundos de pensão estritamente como uma participação do governo. Esses fundos de pensão têm gerência e administração próprias, com auditorias e cadeiras de empregados… é claro que alguma influência o governo tem na escolha dos investimentos, mas depois de escândalos acho que essa influência está mais tênue. Acredito que com 22% é mais a empresa que pode influenciar o governo do que o governo influenciar na administração…

        Curtir

      3. Furioso, sinceramente não sei. Onde o governo tem um pé, eu já fico preocupado. Não digo que no futuro não comprarei empresas como o BB, por exemplo, mas tenho bastante cautela. Vide pedaladas e corrupção generalizada na PETRO. Enfim, por enquanto, fico nos ETFs. Afinal, tenho pouco dinheiro e não posso me preocupar em acompanhar ações. Obrigado pela visita.

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s