Há algum tempo fui diagnosticado com ansiedade por uma médica psiquiátrica. Nunca levei isso a sério. Porém, a ansiedade tem me afetado bastante no dia a dia. Não busquei nenhum artigo científico ou qualquer tipo de conceitos na internet para defini-la (você pode fazer isso se desejar). Apenas sinto que é muito difícil.

Percebo que qualquer tipo de decisão que eu tenha que tomar me eleva a pressão, me enche a cabeça de pensamentos e me cansa fisicamente. Não é nada fácil. As pessoas simplesmente não entendem. O “stress não existe”, dizem. Só que as coisas não são tão fáceis assim para todo mundo. Não ter um problema e não conviver com ele não significa que ninguém o tenha, mas apenas que você foi abençoado.

Hoje cortei o cabelo com um novo corte. Coisa que é bobagem para a maioria das pessoas, mas que pra mim foi uma grande fonte de ansiedade. Que corte eu deveria fazer? Estou ficando careca muito rapidamente. Qual corte alguém que está ficando careca deve fazer? Assumir e raspar? Cortar como se nada estivesse acontecendo? Questões que me cansaram. O óbvio era que o cabeleireiro sabia o que fazer: “galã, você ainda tem muito cabelo”. Ele cortou e até que eu gostei. Estou melhor agora.

Na vida devemos tomar muitas decisões. O tempo todo temos que escolher. Isso me mata. Se você ainda não percebeu, esse post é sobre mim. Se você não se interessa pelo que uma pessoa ansiosa passa, não recomendo a leitura. Há muitas opções para tudo.

Minha pressão tem estado alta. Não sei se é pela ansiedade causada pelo trabalho, pela causada por um dinheiro que está por vir, pelo futuro do meu filho, se é a pela a forma que eu gasto o meu tempo, se é a pela forma que eu consumo e gasto o meu dinheiro, se é a causada pela forma com que invisto. Será que a economia vai retrair ou vai subir? São muitas possibilidades e considera-las todas traz muito cansaço.

Se você tem investido e é ansioso como eu, vá com calma. Quanto maior a ansiedade, maior será o desgaste e mais doloroso será  o caminho. Especificamente sobre as finanças, gosto dos ETFs e dos FIIS justamente por que há gestores que fazem o trabalho por mim. O ETF é regido por regras e os FIIs pelas gestoras dos fundos. Isso já faz grande diferença pra mim.

Como disse em outros posts, estou estudando e aprendendo devagar. Sem metas. Quero apenas estudar e aprender. Um dia viro fiscal. Por enquanto, sigo desenvolvendo sistemas no meu órgão. Os pedidos de implementação de requisitos vão se empilhando aos montes. Cada um é uma fonte de ansiedade. Todos precisamos produzir neste mundo. Todos precisamos ser úteis. Caso contrário, quem se importaria contigo? O INSS? Não creio.

Em 2013 descobri que tenho asma moderada. Outro “probleminha”. Um médico disse que isso me traria problemas. Tenho filho e outro está a caminho. Essa doença crônica me preocupa por que diminuiu minha função pulmonar. Ainda respiro bem, mas até quando? Você já pode perceber que investimentos de longo prazo pra mim não fazem muito sentido. Sabe, não me importo. Invisto pro longo prazo. Se eu não aproveitar, outro aproveita. Sigo.

Acho que chegou a hora de me medicar. Se você está lendo até agora, sinto que posso falar um pouco mais sobre isso. Estou muito cansado, como essas linhas podem demonstrar, mas não desisto. Estou assim há muitos anos e nunca desisti. Continuo tomando decisões, estudando, trabalhando, vivendo em família. Vou sempre em frente. Quando eu era criança uma médica disse ao meu falecido pai que eu não aprenderia matemática. Aprendi. Disseram que eu não conseguiria estudar, consegui: já fui aprovado em vários concursos, inclusive em primeiro lugar. Eu vou conseguir superar toda essa coisa.

Como eu disse, este texto não é sobre finanças, é sobre mim. Gostei do espaço que a comunidade abre para os novatos. Fico muito agradecido. Atualmente meus aportes são diminutos, mas estou prestes a receber uma grana (conto em outro post) que vai mudar essa história. Farei bons investimentos. Pelo menos, acredito que sim. Você poderia deixar um comentário? Isso seria legal. Embora vejo que há visitantes, ninguém fala nada. Comente. Isso seria legal. Em breve postarei um post mais técnico. Talvez seja mais interessante. 🙂

Anúncios

6 comentários em “Ansiedade: As minhas impressões

  1. Ansiedade é algo que acaba afetando muito o nosso dia a dia. A minha não deve ser tão alta quanto à sua, mas percebo que acabo me preocupando com coisas pequenas diariamente com receio de que tudo dê errado. Algumas vezes acabo até tendo pesadelos.

    Como investidor, também estou indo devagar para não afetar muito no meu dia a dia. Mas cada passo novo que dou, percebo que acabo ficando ansioso.

    Abraços.

    Curtir

    1. Oi Jacqueline,
      Aparentemente, a gente nunca se cura da ansiedade. As vezes sinto que estou em crise. Normalmente é quando tem um objetivo específico com muitas metas e objetivos ou quando tem algo pra acontecer. Enfim, já havia ido a um médico, que me prescreveu um remédio, mas nunca tomei. Em breve vou começar a tomar pra controlar mais. Estou entrando devagar em RV pra ir me acostumando, mas sinto que vai ser uma boa. Não me afeto pelo sobe e desce, só acho divertido. Abraço. Obrigado.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s