Recentemente li um post que afetou a minha vida. Estou estudando diária e fortemente para o concurso da Receita Federal, que deve sair no início do ano que vem. Depois que li esse post, mudei os planos. Sempre gostei de objetivos e metas, mas ajustei minha visão. Agora não objetivo ser auditor da receita, mas estudar as áreas ligadas ao cargo. Só isso. O stress diminuiu e meu desempenho aumentou. Leiam. Faz a diferença. Segue a tradução livre de Goals vs. Systems de Scott Adam’s Blog. Original de 18 de novembro de 2013.

No meu novo livro, How to Fail at Almost Everything and Still Win Big (Como Falhar em Quase Tudo e Ainda Vencer Grandemente), eu falo sobre usar sistemas em vez de objetivos. Por exemplo, perder peso é um objetivo (que a maioria das pessoas não consegue manter), enquanto que aprender sobre comer corretamente é um sistema que substitui força de vontade por conhecimento.

Desenvolvendo essa ideia, digamos que você tenha a opção de comer batata ou macarrão. Suponha que você goste dos dois alimentos de forma igual e que você quer escolher o melhor deles. Qual você escolheria?

Eu postei recentemente esse questionamento para um público de 90 gerentes experientes de uma grande empresa de tecnolgia. Cerca de 88 deles escolheu batata. Essa é a resposta errada, porque o macarrão tem apenas a metade do índice glicêmico da batata. As duas pessoas que escolheram macarrão não precisaram gastar sua força de vontade para se manter em uma boa dieta. Estudos mostram que se você utiliza força de vontade para resistir a uma tentação, sobra menos na reserva para vencer a próxima que surgir. A abordagem por sistemas aplicada à dieta substitui gradualmente força de vontade por conhecimento, por exemplo sabendo que macarrão é melhor que batata.

Outro exemplo. Ir para a academia de 3 a 4 vezes na semana é um objetivo. Um daqueles difíceis de alcançar para aqueles que não gostam de exercícios. Exercitar-se de 3 a 4 vezes por semana pode parecer uma punição – especialmente se você se sobrecarrega devido à impaciência para obter resultados. Eventualmente você estará “ocupado demais” para manter essa rotina. A real razão é por que machuca e você não quer mais fazer isso. Além disso, se você encontrar uma forma de gerenciar essa meta, você estará utilizando seu estoque limitade de força de vontade.
Compare o objetivo de ir à academia de 3 a 4 vezes na semana com um sistema de ser ativo todos os dias a um nível para se sentir bem. Bem antes de treinar, seu corpo sentirá um bem estar, assim como os treinados cães de Pavlov. Em pouco tempo será mais prazeroso praticar exercícios que se esquivar deles e não será exigida força de vontade. Sua inclinação natural para desafios e diversidade logo tomará gradualmente os mais altos níveis de atividade diária ao mesmo tempo que você aprende no seu tempo livre como se exercitar de forma mais efetiva. Isso é um sistema.

Por falar nisso, faz poucos anos que podemos substituir força de vontade por conhecimento no que tange à dieta e exercício e obter bons resultados. Isso por que muito do que a ciência nos dizia nessas áreas era errado. Quando eu era criança, a ciência nos disse para comer bastante pão branco. Eu penso que nós finalmente cruzamos a barreira de que seguir a ciência nos trará bons resultados.

Um dos sistemas que eu uso, mas não menciono no livro é o que estou fazendo neste exato momento: blogando.

Quando eu começei a blogar, minha futura esposa costumava perguntar qual eram os meus objetivos. Blogar parecia dobrar o meu trabalho me prometendo um retorno tão que pequeno que não faria diferença nenhuma na minha vida. Parecia um péssimo uso do tempo. Eu tentei explicar que blogar era um sistema, não um objetivo. Porém, não tive sucesso na argumentação. Tentarei novamente.

Escrever é uma habilidade que requer prática. Então a primeira parte do meu sistema envolve praticar regularmente. Eu não sabia para que eu estava praticando e é isso que faz dessa ideia um sistema. Eu estava mudando de uma pessoa sem o costume de escrever para um bom escritor com muita visibilidade.

A segunda parte do meu sistema de blogar é tipo uma pesquisa e desenvolvimento para escrita. Eu escrevo sobre uma variedade de coisas e analiso qual recebe a melhor resposta. Eu também escrevo em vozes diferentes. As vezes humorado fazendo piadas de mim mesmo, minha voz zangada, minha voz pensativa, minha voz analita, minha voz meio doida, minha voz ofensiva, e assim por diante. Seus leitores fazem um bom trabalho em lhe dizer o que funciona e o que não funciona.

Quando o the Wall Street Journal soube que eu estava postando no meu blog, me pediram pra escrever alguns artigos. Graças à prática adquirida no blog e meu conhecimento sobre tópicos que respondiam bem, meus artigos eram bem populares. Aqueles artigos não eram grandes fazedores de dinheiro, mas se encaixam no meu sistema de prática pública de escrita.

Minha escrita para o the Wall Street Journal, juntamente a minha prática aqui no blog, atrairam a atenção de editoras e aquela atenção se tornou um contrato para escrever um livro. Esse contrato me gerou convites para palestras que eram muito lucrativas. Então o pagamento pelo blog de vez em quando chegava, mas eu não sabia que direção iria seguir. Meu blog trouxe várias oportunidades de negócio com o passar dos anos, então ele poderia tomar qualquer direção.

Meu problema com objetivos é que eles são limitados. Se você focar em um objetivo específico, você obterá mais sucesso que não ter objetivo algum. Todavia, você perde oportunidades que são bem melhores que seu objetivo. Sistemas, entretanto, te leva de um patamar para outro. Com um sistema, você está sempre procurando por oportunidades.

É óbvio que objetivos são ótimos em casos especiais. Se você pretende ser médico, por exemplo, e você tem habilidade, então o foco é importante. Porém, para a maioria, nós não temos ideia onde estaremos em 5 anos, quais oportunidades surgiram ou o que nós quereremos ou precisaremos nessa época. Então o melhor é se mover de um nível de habilidade em direção a outro. Significa viver em um lugar com muitas oportunidades, prestar atenção para a saúde, sempre elevar habilidades, relacionamentos, e talvez experimentar várias áreas.

A ideia de sistemas vs. objetivos é apenas uma parte do meu livro, mas leitores e críticos têm a mencionado como a parte mais aplicável no dia a dia, dizendo que é novo e óbvio ao mesmo tempo. Essa é uma combinação rara.

Estou curioso para saber se algum de vocês tem sistemas para compartilhar.

Por Scott Adams. Traduzido por Maestro Investidor.

Anúncios

3 comentários em “Objetivos vs. Sistemas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s